Bolsa Família protege famílias carentes e incrementa economia do município

Na última terça, (11), a Secretaria de Assistência Social e o Bolsa Família entregaram novos cartões a 96 mães de família que vivem em situação de vulnerabilidade social. O prefeito Marcelo Pedreira destacou as ações que vem sendo desenvolvidas para criar um amplo sistema de proteção social. E o Secretário José Santana ressaltou como estas ações contribuem para a reinserção destas famílias.

Os relatórios mais recentes do Bolsa Família em Governador Mangabeira apontam para a diminuição dos índices de mortalidade infantil e a crescente participação das famílias no atendimento das condicionalidades, na saúde e educação, que garantem a permanência no programa. Os dados mostram que, depois da implementação do Vetor de Disciplina no CEAG, houve melhora significativa na frequência escolar.

O BOLSA FAMÍLIA EM MANGABEIRA

O Bolsa Família é um programa de transferência direta de renda que atende famílias em situação de extrema pobreza e pobreza. Em Mangabeira existem 2.915 famílias beneficiárias, que equivalem a 33,56% da população total do município. Destas, 824 famílias estariam em condição de extrema pobreza se não fizessem parte do programa.

No mês de abril de 2019 foram transferidos R$ 474.308,00 às famílias. Isso transforma o Bolsa Família num importante estímulo à atividade econômica do município, incrementando as vendas do comércio e a geração de empregos. Conforme estudo realizado pelo IPEA, a cada R$ 1,00 transferido às famílias do programa, o PIB municipal tem um acréscimo de R$ 1,78. Mangabeira tem 4.934 famílias inseridas no Cadastro Único. E de 2017 a abril de 2019 foram contempladas 906 famílias no Programa.

COMPROMISSO COM A SAÚDE E A EDUCAÇÃO DAS CRIANÇAS

Quando uma família entra no programa, ela e o poder público assumem compromissos para garantir o acesso das crianças e adolescentes à saúde e à educação:
• Crianças até 7 anos devem ser vacinadas e acompanhadas no peso e altura;
• Gestantes precisam fazer o pré-natal;
• Frequência escolar mínima de 85% para crianças e adolescentes de 6 a 15 anos;
• Frequência escolar mínima de 75% para adolescentes que recebem o BVJ.

Mangabeira tem 2.960 crianças e adolescentes para acompanhamento das condicionalidades de educação. Dessas, foram acompanhadas 2.845, uma cobertura de 96,11%. A média nacional é de 93,81%. O município possui, portanto, um acompanhamento da frequência escolar muito bom, acima da média nacional. Na saúde, dos 2.570 beneficiários, o município conseguiu acompanhar 2.488, uma cobertura de 96,81%. A média nacional é de 77,15%. Assim, o município possui um acompanhamento da saúde muito acima da média nacional.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Últimas Notícias

Nullam quis risus eget urna mollis ornare vel eu leo. Aenean lacinia bibendum nulla sed