SÍNDROME MÃO-PÉ-BOCA O QUE É?

A síndrome mão-pé-boca é causado pelo vírus Coxsackie, que ataca o aparelho digestivo. Ela é altamente contagiosa. Sua principal característica é a formação de pequenas bolhas na pele.

SINTOMAS

Os sintomas da síndrome mão-pé-boca, geralmente, aparecem depois de 3 a 7 dias após a infecção pelo vírus e incluem:

– Febre acima dos 38°C;

– Dor de garganta;

– Muita salivação;

– Vômito;

– Mal-estar;

– Diarreia;

– Falta de apetite;

– Dor de cabeça.

Além disso, após cerca de 2 a 3 dias é comum o surgimento de manchas ou bolhas vermelhas nas mãos e nos pés, assim como aftas na boca, que ajudam no diagnóstico da doença.

TRANSMISSÃO

A transmissão da síndrome mão-pé-boca normalmente ocorre através da tosse, espirros, saliva e do contato direto com os olhos que tenham estourado ou fezes infectadas, principalmente durante os primeiros 7 dias da doença, porém mesmo após a recuperação, o vírus ainda pode ser transmitido através das fezes durante cerca de 4 semanas.

TRATAMENTO

O tratamento da síndrome mão-pé-boca deve ser orientado pelo pediatra ou clínico. Dura cerca de 7 dias e é importante que a criança não vá à escola ou à creche durante este período para não contaminar outras crianças.

PREVENÇÃO:

– Não ficar perto de outras crianças doentes;

– Não partilhar talheres ou objetos que tenham entrado em contato com a boca de crianças com suspeita da síndrome;

– Lavar as mãos após tossir, espirrar ou sempre que se precisar tocar no rosto;

Além disso, o vírus pode ser transmitido através de objetos ou alimentos contaminados. Por isso, é importante lavar os alimentos antes do consumo e lavar bem as mãos após usar o banheiro.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Últimas Notícias

Nullam quis risus eget urna mollis ornare vel eu leo. Aenean lacinia bibendum nulla sed